homenagem à minha eterna prima Tina

2 Response to "homenagem à minha eterna prima Tina"

"Só enquanto eu respirar, vou lembrar vc.." disse...

Hummm, então osu uma diva!!!!rs

Amei o comentário, volte sempre Raro...paz e luz em seu caminho!!!Beijosssss

francisco josé disse...

"Aquele que ouve é o guardião das histórias. Nesta perspectiva, aquele que ouve é aquele que conta depois histórias. Aquele que conta histórias possui o ouvido mais curiosos da comunidade. Quando está na fila do banco, do supermercado, no ônibus, no metrô, na praia, seu ouvido persegue as histórias curiosas e seus desdobramentos em seu imaginário".
TIERNO,Giuliano. A arte de contar histórias. Abordagens poética, literária e performática. p.24.

(saber ouvir é dom de poucos! parabéns!)

Postar um comentário

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme