Refúgio...


Quando as coisas deste plano físico
Juntam-se as do mundo da alma
Sinceramente, não me compete mais descrever

Tento apenas compreendê-las,
uma vez que
a razão me convida a jantar com ela
em sua casa aconchegante e segura

Porém temo que
Uma vez apenas chamando por mim
Esteja a loucura
A ela ceda e a ouça
E siga sua voz tão terna

Dessas coisas nada posso afirmar
Contudo, em silêncio
Frente a isso
Também não consigo permanecer

Por isso, prossigo em aparente segurança
Rumo a um lugar desconhecido

Author: O.S.Q. Júnior

3 Response to "Refúgio..."

Pricilla Costa disse...

Em aparente segurança andamos todos, pois ninguém sabe ao certo pra onde vai. Mas essa é a graça da vida, não é? Descubrir pra onde se vai e tentar ser feliz nesse caminho. Adorei seu poema, muito verdadeiro.
Continue assim...
Abraços!
=]

Jhullyane Amanda Oliveira disse...

Nossa primo muito lindo esse poema. parabens...vc e a mary nasceram para viver na eternidade, com aconchego e serenidade te amu bjus ...ja estou com xaudades...

Marília disse...

Uau ! Ipi ei Ipi OU !!! SEm comentários com um comentário..

mô fiiqueii Perplexa ao ler Tal OBra Supimpa!
Naõ EScute oque ela Diz .
Permaneça na mesa
E converse com a outra que te acolheu em seu teto de seda.

Aff. . . Tão Visível o SEntido ... OBra indubitável do talento de um vário passional !!! ....
BEijos Te AmoO .. APROVADA !!! =)

by:MariSouza *

Postar um comentário

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme